Contos ilustrados por Pat R

e  artistas convidados

Illustrated Short Stories by Pat R and guest artist

 

 

Conto de maio may's short story

ilustrado por mirjam siim

illustrated by mirjam siim

 

vulcan

vulcan

1,50€
0,75€

Conto de abril April's short story

ilustrado por Vanessa Neves

illustrated by vanessa neves

 

Vou deixar-te dentro de 7 dias,

4 horas e 2 minutos

I will leave you in 7 days,

4 hours and 2 minutes

  2€

Conto de junho june's short story

ilustrado por l. filipe dos santos

illustrated by l. filipe dos santos

 

e quando deus criou o homem

when god created man

  2€
  3€

Conto de juLHO E AGOSTO juLY AND AUGUST's short story

ilustrado por SARA FEIO

illustrated by SARA FEIO

 

COISAS DENTRO DE COISAS

THINGS WITHIN THINGS

  3€

Na década de 80, a bicicleta Stingray, que Belly oferece ao seu sobrinho Leo, o suor nervoso que escorre no rosto de Alonzo ou a poltrona vazia junto à lareira, na casa de Emídio, são apenas pormenores num quadro mais amplo de histórias. Cinco personagens cruzam-se, à luz da consoada natalícia, para completar este puzzle de expetativas. 

In the 1980's, the Stingray bicycle that Belly presented her nephew with, the nervous sweat dripping from Alonzo's face or the empty armchair by the fireplace at Emidio's home, are mere details in a broader picture of stories. Five entangled characters meet in the light of Christmas Eve, to complete this expectations puzzle. 

"Eles eram seres dentro de outros seres, mutações de mutações, histórias que absorvem e incorporam outras histórias. "

"They were beings inside other beings, mutations of mutations, stories that absorb and incorporate other stories."

7200 palavras 

4 ilustrações

7200 words

4 illustrations

5700 palavras 

3 ilustrações

5700 words

3 illustrations

"Sensing the magnetism that controlled him evading, he thought that all manifestations of the Devil were generally silent but imposing."

"Sentindo o magnetismo que o controlava evadir-se, pensou que todas as manifestações do Diabo eram, geralmente, silenciosas mas imponentes."

«Have your and your pet’s picture taken for the price of one!» - t's written on a board at Ewa Kozlow's photography store, a little shop where costumers feel tempted to go in. Set in Poland's capital, the short story follows a day and three perverse and bizarre encounters in this woman's life.

«Leve o seu retrato e o do seu animal pelo preço de um só!» - lê-se numa tabuleta à porta da casa de fotografias de Ewa Kozlow, uma lojinha onde os clientes se sentem tentados a entrar. Passado na capital da Polónia, o conto acompanha três encontros perversos e bizarros durante um dia na vida desta mulher.

Sou Rozsa, Rozsa Berbatov. Dezasseis horas desde Bozhentsi até St Louis, para um banho em que não vais sentir nada.

I'm Rozsa, Rozsa Berbatov. Sixteen hours from Bozhentsi to St Louis for a bath where you won't feel a thing.

"Na minha casa, quando alguém tinha um dia mau, a minha mãe fazia um banho de lavanda para regenerar a alma da pessoa. Ela dizia que era o banho que as pessoas da televisão tomavam. Que, durante esse banho, não se sentia nada."

"In my house, when someone had a bad day, my mother drew a lavender bath to regenerate that person's soul. She said it was the bath that people in TV took. That, during that bath, you didn't feel anything."

2000 palavras 

2 ilustrações

2000 words

2 illustrations

1000 palavras 

1 ilustração

1000 words

1 illustration

«He washed his face again and thought that, when he returned to the room, he would find her there, sprawled in the same pleasure, her mouth open, her hair loose. "A woman is like a poem," she told him. "You have to recite it."»

«Voltou a lavar o rosto e pensou que, quando regressasse ao quarto, iria encontrá-la ali, refastelada no mesmo prazer, de boca aberta, com o cabelo solto. “Uma mulher é como um poema”, dizia-lhe ela. “Tens de o recitar."»

“A woman is like a poem,” she told him. “You have to recite it.”

“Uma mulher é como um poema”, dizia-lhe ela. “Tens de o recitar.”